Sistema bancário de reservas fracionárias – o multiplicador de dinheiro

RSS
Facebook
Facebook
Google+
Google+
http://granagrana.com/sistema-bancario-de-reservas-fracionarias-o-multiplicador-de-dinheiro/
Youtube
Youtube
Pinterest
Pinterest
LinkedIn
Flipboard magazine

 
O banco central também pode atuar na limitação do processo de “criação de moeda”, impedindo os bancos de dar empréstimos, embora as reservas mínimas sejam cumpridas.
 

O multiplicador de dinheiro

O mecanismo mais comum usado para medir o aumento da oferta de moeda é normalmente chamado de multiplicador de dinheiro. Ele calcula qual é a quantidade máxima de dinheiro que um depósito inicial pode gerar dado um fator de reserva.

Na economia monetária, o multiplicador de dinheiro é uma das vários fatores relacionados ao fluxo de dinheiro entre os bancos comercias e o banco central sob um sistema bancário de reservas fracionárias.

Na maioria das vezes, ele mede a quantidade máxima de dinheiro dos bancos comerciais que pode ser “criada” por uma determinada unidade de moeda do banco central.

Se você assistiu ao filme Matrix, sabe que a realidade das pessoas era controlada pela Matrix e que tudo era possível para aqueles que a controlavam. Analogamente, o Sistema de Reservas Fracionárias é capaz de criar dinheiro fictício que é tomado como real pela sociedade.

Por exemplo, o fator de reserva de 10% pode ser expresso como uma fração:

fator de reserva = 1 / 10 = 0.1

 

Assim, o multiplicador de dinheiro pode ser calculado como segue:

multiplicador de dinheiro = 1 / 0.1 = 10

 

Este número é multiplicado pelo depósito inicial para determinar para qual quantidade máxima de dinheiro ele pode ser expandido. Por exemplo, neste caso, o banco pode emprestar 90 unidades monetárias para cada 100 unidades monetárias que recebe como depósito, matendo 10 unidades como reserva.
Apenas 10% do que é depositado deve ser retido pelo banco, e ao emprestar estas 90 unidades para outro banco, o processo se repete.

 

Concluíndo

A criação de dinheiro “do nada” pelos bancos, permitido pelo sistema bancário de reservas fracionárias, aumenta a oferta de moeda de um país. De acordo com a teoria quantitativa da moeda, esta maior oferta de dinheiro disponível para adquirir bens leva a um maior nível de preço. Ela é a causa principal da inflação (veja Inflação – O pior inimigo de seu dinheiro).

 

Como a quantidade mantida em reserva pelo banco é tão pequena comparada com a quantidade que pode ser emprestada, o efeito líquido é a expansão artificial da oferta de dinheiro, muito além daquela que realmente existe.

 

Hoje, mais de 90 por cento do dinheiro em circulação é “crédito” ou dinheiro que se originou como parte de uma transação de dívida e existe apenas como números associados à uma conta.

Então, o que você pensa sobre isso?
 

Livros recomendados

 

RSS
Facebook
Facebook
Google+
Google+
http://granagrana.com/sistema-bancario-de-reservas-fracionarias-o-multiplicador-de-dinheiro/
Youtube
Youtube
Pinterest
Pinterest
LinkedIn
Flipboard magazine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *