O Padrão-ouro – Dinheiro versus moeda-corrente

RSS
Facebook
Facebook
Google+
Google+
http://granagrana.com/o-padrao-ouro-dinheiro-versus-moeda-corrente/
Youtube
Youtube
Pinterest
Pinterest
LinkedIn
Flipboard magazine

 

Antes do surgimento do dinheiro

Desde o início nossa sociedade sentiu a necessidade de uma maneira de trocar recursos. O Escambo foi provavelmente a primeira solução criada para a troca de recursos ou serviços entre as pessoas.

A partir de 9000-6000 aC, o gado era usado frequentemente como uma unidade de troca. Mais tarde, quando a agricultura se desenvolveu, as pessoas usavam as colheitas para a troca.

O escambo tem vários problemas, principalmente a dificuldade de conciliar as necessidades de cada um dos comerciantes. Se um produtor de trigo precisa de parte da colheita de um agricultor de frutos, uma troca direta nem sempre é possível, já que na época da colheita das frutas o produtor de trigo poderia ainda não ter trigo maduro Para trocar. A solução foi promover a troca de frutas por trigo indiretamente através de uma terceira mercadoria, uma matéria-prima intermediária – a moeda – que torna o mercado mais líquido.

A escrita, inventada na Mesopotâmia cerca de 3100 aC, teve seu uso principal, e provável motivação para seu desenvolvimento, a contabilização das trocas realizadas entre as pessoas.

Moeda cunhada

A primeira Moeda foi a moeda feita de Electrum (liga de ouro e prata que ocorre naturalmente), cunhada na região da Lydia por volta de 610-560 aC.

stater

 
Embora principalmente o ouro e a prata tenham sido usados para cunhar moedas, outros metais também foram utilizados. Por exemplo, a antiga Esparta cunhava moedas com um metal menos valioso, o ferro, para desencorajar os cidadãos a se envolvem no comércio exterior.

Pode-se ter uma clara idéia de como era a vida no tempo em que o dinheiro valia o quanto pesava lendo o livro O Homem Mais Rico da Babilônia de Clason, S. George. Uma leitura muito ilustrativa!

Um importante efeito de moedas foi o controle que os governos passaram a ter para o lançamento do dinheiro no mercado, podendo manipular a oferta de moedas. Isso foi feito por vários imperadores romanos, que reduziam o teor do metal precioso das moedas romanas quando precisavam de dinheiro, misturando com cobre ou outros metais menos preciosos.
 

 
Clique abaixo para a próxima página do artigo…

RSS
Facebook
Facebook
Google+
Google+
http://granagrana.com/o-padrao-ouro-dinheiro-versus-moeda-corrente/
Youtube
Youtube
Pinterest
Pinterest
LinkedIn
Flipboard magazine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *